EVOLUÇÃO PMC - CONSULTORIA EM DESENVOLVIMENTO HUMANO


Telefone:(11) 3426-6809 / 3535-1422

PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DE DEPENDÊNCIA QUÍMICA NA EMPRESA

Transformar

Atualmente as organizações estão em busca da sustentabilidade do negócio, enfrentando processos de mudanças em busca de excelência empresarial, sendo considerado fundamental fortalecimento do capital humano.

O abuso de drogas traz para as empresas a queda da produtividade, alta taxa de acidentes, diminuição de qualidade, aumento na incidência de roubos, absenteísmo, ausências durante o trabalho, atrasos constantes e problemas de relacionamento.

O programa de prevenção e recuperação do dependente químico proporcionará lucro efetivo para organizações, com redução da rotatividade pessoal, melhora da produtividade e qualidade laboral, melhora da qualidade de vida do trabalhador, relacionamentos interpessoais no trabalho, redução acidente de trabalho e absenteísmo e redução ociosidade de mão-de-obra e equipamento. Através de intervenções psicológicas e sócio-educativas voltadas a prevenção e recuperação da dependência química.

Objetivos Específicos:

  • Promover desenvolvimento pessoal, fortalecendo auto-estima, confiança em si mesmo, autonomia, princípios éticos, relacionamento intra e inter pessoal, missão e visão de vida.
  • Desmistificar o problema da dependência química, encarando como doença tratável;
  • Habilitar o reconhecimento precoce por parte das chefias com relação aos empregados que estejam apresentando o problema;

Habilitar a equipe da empresa a desenvolver intervenção em nível de:

  • prevenção primaria (sensibilização);
  • prevenção secundária (encaminhamentos);
  • prevenção terciária (acompanhamento).

Reduzir freqüência de atitudes inconvenientes:

  • absenteísmo;
  • conflitos de relacionamento interpessoal;
  • baixa produtividade;
  • acidentes de trabalho.
  • Assessorar na definição das bases para elaboração de uma política para o programa de dependência química, tendo em vista o tratamento, reintegração e bases para dispensa conforme o cargo.

Fases do Programa:

Fase I.

1- Diagnóstico Organizacional:

  • Levantamento da estrutura política, dos recursos, do publico.
  • Definição do fluxo de atendimento.

1.Mapeamento dos Dados

Fase II.

1 - Criação e implementação do programa:

Esta fase compreende a implantação ou reestruturação do desenvolvimento de uma política institucional sobre álcool e outras drogas, incluindo também o tabaco, elaborada pela empresa com assessoria da equipe técnica.
A política é a definição de um conjunto de normas e procedimentos adotados pela empresa sobre como lidar com o dependente químico. Esta política deve abranger a aplicação do programa, tanto no ambiente de trabalho como com as famílias dos funcionários comprometidos e nos demais públicos estratégicos definidos pela empresa.

2- Formação e treinamento de comitê (equipe médica, enfermeiros, assistente social, RH entre outros).

3- Treinamento e Integração para lideres: gerentes, supervisores, encarregados, lideres.

Esse treinamento além da sensibilização sobre a doença abre-se para discussão sobre a finalidade do programa dentro da organização, para que as equipes estejam capacitados e seguros numa atuação de abordagem de encaminhamento a equipe técnica.

Fase III.

Direcionamento / Avaliação Processual de Resultado e Impacto.

Profissionais:

Equipe multidisciplinar: Assistente Social, Psicólogo, Psiquiatra

Integração

Rua Monte Casseros, 281 - 3° andar, sala 32 - Centro Santo André - CEP: 09015-020 SP - Tel:(11)3535-1422 /4251-0297
CRP 06-J 4111

Desenvolvido por Seu Cliente.com.br